sábado, 2 de fevereiro de 2008

Músicas carnavalescas!!!

Esse tema é relativo pois nosso país é diversificado! Temos o frevo em Pernambuco, o axé na Bahia, o samba no Rio de Janeiro, as antigas marchinhas carnavalescas, etc. Tantos estilos e diversidades deles mostram um grande país musical nessa e em todas as épocas festivas do ano!

No Rio de Janeiro, impera o samba, nascido dos morros, dos antigos escravos, da periferia para o mundo! As escolas de samba mostram isso! Ficou no incosciente do país, antigos temas como "É hoje o dia da alegria e a tristeza nem pode pensar em chegar...", tema da União da Ilha de 1982, ou "Explode coração na maior felicidade..." do Salgueiro em 1993, ou "Me leva que eu vou, sonho meu, atrás da verde-e-rosa, só não vai quem já morreu...", tema da Mangueira em 1994, só pra citar algumas!

De lá também herdamos as inesquecíveis marchinhas carnavalescas como Cidade maravilhosa (André Filho), Abre alas (Chiquinha Gonzaga), Me dá um dinheiro aí (Ivan Ferreira/Homero Ferreira/Glauco Ferreira), O teu cabelo não nega (Lamartine Barbo/Irmãos Valença), Mamãe eu quero (Jararaca/Vicente Paiva), Aurora (Mário Lago/Roberto Roberti), Cabeleira do Zezé (João Roberto Kelly/Roberto Faissal) A jardineira (Benedito Lacerda/Humberto Porto) e tantas outras que ouvimos nas rádios, ao menos nesses momentos!

Na Bahia encontramos o trio elétrico, fundado por Dodô e Osmar em 1979! Hoje, atualizado e sempre com grandes nomes da mpb com seus repertórios e com seu público fiel! Além das bandas tradicionais como Olodum e Timbalada que deixam a festa garantida na parte alta e baixa de Salvador!

Aqui em Pernambuco apresentamos o frevo que completa cem anos com muita resistência e autenticidade! Mestres como Capiba, Nelson Ferreira, Alceu Valença e Claudionor Germano desenharam a arte musical em cima desse estilo! Festas de rua, típicas do povo como o Galo da madrugada e Ladeiras de Olinda/PE seguem os dias de carnaval ao som de frevos tradicionais como Evocação nº 1 (Nelson Ferreira), Madeira que cupim não rói, Bela e Voltei Recife (Capiba), Vassourinhas (Clube Carnavalesco Misto Vassourinhas), Bom demais e Me segura senão eu caio(J. Michilles), Elefantes de Olinda (Clídio Nigro/Clóvis Vieira), dentre tantos!

Isso só pra citar os três principais pólos carnavalescos do país, porque nessa vasta terra de palmeiras, onde canta o sabiá, temos muitos e muitos carnavais e canções inesquecíveis deles!

Um forte abraço a todos!

4 comentários:

James disse...

Everaldo,

Parabéns pela postagem. Muito bom ver os diversos tipos de carnavais desse país. Destaque para as marchinhas citadas, que como vc disse, estão no inconsciente popular.

Abraços,
James
http://www.flogao.com.br/rcbraga

Derbson Frota disse...

O carnaval já tem a cara do Brasil, e vice-versa. E esse ritmo gostoso, que cada região traz, é um dos muitos charmes que essa festa popular tem! Isso, a gente só encontra aqui...

Juliana disse...

Finalmente um texto que aborda o carnaval sem discutir o que as "celebridades" nacionais vestiram, fizeram ou consumiram.
Parabéns pelo post, pelas informações inseridas e pela diversidade e multiculturalidade do teu blog.

Beijos!

Marcinha disse...

Muito bem Everaldo, e por falar em Carnaval... nosso país se destaca pela alegria e com vários rítmos e cores; Pernambuco vem a cada ano, contagiando com o frevo e as marchinhas, vc ainda poderia incrementar e comentar um pouco sobre estes grandes artistas carnavalescos da nossa terra. Valeu, gostei muito, um abraço, amigo.
Macionize