sábado, 31 de julho de 2010

Alvorada voraz

Essa canção foi sucesso nos anos 80 com o RPM e mais recentemente com a gravação do Acústico MTV da banda, ganhando, nessa última versão, uma atualização em sua letra altamente crítica e que pouco tem a ver com a paz de uma imagem como essa apresentada acima.

Aborda a violência reinante que emite um medo comum e nos torna refém dele, em uma sociedade também refém da marginalidade e de políticos que se comportam como tais marginais, embora de gravatas. Tudo isso esbarrando apenas em nosso conformismo, como denuncia a letra.  Então considero das letras mais atuais: infelizmente o que temos presenciado é uma alta violência social e uma elevada hipocrisia na atual política desse país!

Alvorada voraz
(Luiz Schiavon, Paulo Ricardo e Paulo Pagni)

Na virada do século, alvorada voraz
Nos aguardam exércitos, que nos guardam da paz.
Que paz!

A face do mal, um grito de horror
Um fato normal, um êxtase de dor
Medo de tudo, medo do nada
Medo da vida, assim engatilhada !

Fardas e forças, forjam as armações
Farsas e jogos, armas de fogo
Um corte exposto, em seu rosto amor
E eu, nesse mundo assim, vendo esse filme passar,
Assistindo ao fim, vendo meu tempo passar...

Apolípticamente, como um clip de ação
Um clic seco um revólver, aponta em meu coração
O caso Sudan, Maluf, Lalau , Barbalho Sarney,
E quem paga o Jornal? É a propaganda
Porque nesse pais, é o dinheiro quem manda

Juram que não corrompem ninguém,
Agem assim, pro seu próprio bem
São tão legais, foras da lei, pensam que sabem de tudo
O que eu não sei, eu sei...

Nesse mundo assim vendo esse filme passar
Assistindo ao fim vendo o meu tempo passar...

Um forte abraço a todos!

6 comentários:

Juliana Moura disse...

Esse é um dos grandes objetivos e trunfos da música: exteriorizar sentimentos, dúvidas e inconformismo. Se a mídia não consegue cumprir esse papel com seriedade (já que é paga pela propaganda, como diz a canção), nossos artistas são imparciais e livres para expressarem suas críticas.

Beijos!

Albênia disse...

Gravada ainda na década de 80 a letra é muito atual. Na versão mais recente caberia o Caso Celso Daniel, Os grampos da Abin, Operação Anaconda, Mensalão,Cartões corporativos, Os Sanguessugas,Brasil Telecom,Escândalo dos Bingos...O caso Erenice, e recentemente O Caso Silvio Santos e tantos outros que, patrocinados por uma política imunda maculam e denigrem a imagem do país.

BLOG DO BARATTA disse...

Letra super atual da música que me levou a virar fã do RPM do disco Revoluções Por Minuto Ao vivo que explodiu em 86 acho. Eu via o clipe direto.
Abraço mano

Anônimo disse...

A primeira verssão da música diz: O caso Morel , o crime da mala, coroa brastel, o escândalo das joias...

Ericostaf disse...

Agora em 2017 já podem fazer mais uma versão desse verso: Lava Jato, Petrobras, caso JBS, Aécio, Temer...

Filipe Silva disse...

Politica desgraacada